Desabafo

Senhor, fazei -me Um instrumento de Vossa paz….

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A'GENTE ... É'FEITO ... SUJEITO

Um vento grandioso sopra entre as arvores e por todos os lugares caem frutas – verdades. Há nele o esbanjamento de um outono demasiado rico: a gente tropeça em verdades, algumas delas a gente chega a matar pisoteadas – elas são excessivas... Mas aquilo que a gente toma nas mãos, já não tem mais nada de duvidoso – são decisões. Só eu é que alcancei o ter o parâmetro para a “verdade” nas mãos, só eu é que posso decidir. Como se em mim tivesse crescido uma segunda consciência, como se em mim “a vontade” tivesse acendido uma luz sobre a pista torta, sobre a qual o parâmetro até hoje apenas corria abaixo... A pista torta – ela era chamada de caminho para a “verdade”... É chegado o fim para todos os “impulsos sombrios”, o homem bom era justamente aquele que menos tinha certezas a respeito de qual era o caminho correto...
E, falando sério, ninguém sabia antes de mim o caminho correto, o caminho que leva acima: só a partir de mim é que se pode voltar a ter esperanças, tarefas, caminhos a prescrever para a cultura – e eu sou aquele que traz a boa nova... E justamente por isso sou também um destino...
(Nietzsche - trecho do livro Ecce Homo)

20 comentários:

  1. Profundo texto de Nietzsche! Bela escolha. Bjks

    ResponderExcluir
  2. ...Nietzsche
    o louco mais lúcido que
    já conhecí!

    ou melhor...que já lí!

    rsrs

    um beijo minha linda!

    ResponderExcluir
  3. Amiga,

    Bem profundo e complexo este texto, Aff Maria!... Nietzsche e seus pensamentos calcados nas experiências, entrelaçado com a arte, a poesia é algo de maravilhoso, sublime. Uma infância marcada pela opressão religiosa, e um homem marcado por frustração amorosa. Mas um homem que nos deixou este e tantos legados preciosos para a humanidade. Aqui o exemplo de que pensando nas profundezas do nosso interior e humanos que somos, descortinando-o podemos dar movimento a vida, e entre todas as possibilidades sermos o nosso contrário, a oportunidade de superação e fazer o nosso destino.

    Carinhoso beijo e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. Super legal o texto,,,,um grande beijo de bom domingo pra ti.

    ResponderExcluir
  5. Ei, Ana!

    Que coisa!
    Nietzsche sempre me emociona! E este texto está especial. Escolhido a dedo. Uma pérola! Obrigada pelo presente!
    Vim lhe dizer, também, que tem um carinho para você lá no meu blog, do lado direito.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Uma semana toda linda pra ti querida...muitos beijos de paz.

    ResponderExcluir
  7. Que delicia de texto amiga.
    Beijo.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  8. Um dia cheio de carinho e muita paz pra ti querida amiga...beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana,
    Vim deixar um beijo na minha amiguxa querida

    Fernanda.

    ResponderExcluir
  10. Querida Ana,
    A sua inteligência e sensibilidade nos seduz, acredite.

    Só a partir do dado concreto "eu", da minha experiência, é que poderei e poderemos seguir caminho...o filósofo sabia das coisas.
    Gosto deste espaço também!
    Um gostoso final de semana!!!

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga ser lúcido/a...ser sensível, ter
    a capacidade de interpretar textos de grandes
    escritores ou filófosos é importante.
    Muito obrigada pelo seuexcelente comentário
    deixado no meu intemporsl-pippas.
    Tenha um excelente fim de semana.
    Bj./Irene

    ResponderExcluir
  12. Maravilha!
    "a gente tropeça em verdades".
    Nietzsche nunca gritou tanto como agora.

    Muito, muito bom!

    abraços

    ResponderExcluir
  13. Retribuindo e agradecendo
    sua visita e comentário... :)



    BjO!

    ResponderExcluir
  14. Um domingo lindo e cheio de paz pra ti querida e uma otima semana...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  15. OI FICO FELIZ QUE TENHA GOSTADO DA POSTAGEM
    BEIJOS
    OBRIGADO PELA VISITINHA

    ResponderExcluir
  16. Um texto que nunca estará, completamente, lido.

    Obrigada.


    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. Olá ADiniz

    Muito bom texto .

    Parabéns.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Vim deixar um beijo amor.

    Com carinho.

    Fernanda.

    ResponderExcluir
  19. Uma semana toda linda pra ti querida...beijos.

    ResponderExcluir
  20. Olá, Ana.

    Engraçado como alguns textos (ou parte deles) sempre têm algo a dizer, por mais que já tenhamos lido e refletido sobre ele de forma diferente. E este tem um "q" especial, principalmente quando fala de tropeçarmos em verdades, e matá-las pisoteadas.

    Acredito ter passado por uma fase dessas faz pouco tempo, mas, ao contrário do que pensava antes, não matei as verdades por não tê-las visto, mas sim por não querer aceitá-las. E te confesso, isso se tornou muito doloroso, e de forma muito rápida.

    Ainda bem que temos a capacidade de repensar, não é?

    Excelente. Uma ótima semana pra ti. Abraços.

    Marcio

    ResponderExcluir

O UniVersos a mimar a vida

O UniVersos a mimar a vida